Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f

Plano de ensino do 4º ano

Atualizado em 04/01/17 20:08.

PLANO DE ENSINO

 

I. IDENTIFICAÇÃO

 

UNIDADE ACADEMICA: Faculdade de Medicina

 

CURSO: Medicina

 

 

MÓDULO: Áreas Verticais      Saúde da Criança, Adolescente e Saúde coletiva Infantil.

 

 

                 Áreas Longitudinais     Saúde Coletiva.

 

 

CARGA HORARIA SEMANAL: 24 horas

 

CARGA HORARIA TOTAL:176 horas

 

 

ANO/ SEMESTRE: 7º e 8º  semestres

 

TURNO: tempo integral

 

PROFESSORES

Antônio Rubens

Mauro Mendonça

Solomar Martins

Renata Machado

II – EMENTA

Atenção integral à saúde da criança, adolescente e família na perspectiva da clínica ampliada. Promoção e prevenção à saúde incluindo aspectos biopsicossociais e ambiental. Doenças prevalentes na atenção primária em pediatria.

Emergências pediátricas: semiologia da criança e adolescente, estudo das patologias prevalentes em emergência e pronto atendimento pediátrico.

Saúde coletiva IV/Pediatria (atividade integradora): desenvolvimento pessoal e o conhecimento de princípios éticos, humanísticos e relacionais voltados para a saúde mental da criança e do adolescente com ênfase na interdisciplinaridade.

                                             

III. OBJETIVO GERAL

Capacitar o aluno na atenção à saúde da criança e adolescente, diagnosticar e conduzir as situações e patologias prevalentes na atenção básica e pronto atendimento de pediatria. Conhecer fatores de risco à saúde mental da criança e do adolescente.

 

 

IV. OBJETIVOS ESPECIFICOS

  1. Realizar adequada observação clínica da criança e adolescente através de anamnese e exame físico.
  2. Elaborar hipóteses diagnósticas e propor condutas através de um raciocínio clínico coerente;
  3.      3.  Saber diagnosticar e tratar as principais emergências pediátricas;
  4. Comunicar-se adequadamente com os colegas de trabalho, com os pacientes/clientes, familiares e comunidade;
  5. Informar e educar a comunidade em relação à promoção da saúde e prevenção de doenças;
  6. Desenvolver atitudes adequadas de relacionamento médico-paciente-família, levando em consideração os princípios da Ética médica;
  7. Promover a valorização dos diversos aspectos da Saúde Mental da criança, adolescente e seu núcleo familiar.

 

Ao final do curso o estudante devera assimilar os seguintes conteúdos:

1)    Cognitivo

ü  Conhecer a fisiopatologia, diagnóstico, prevenção e as bases gerais do tratamento clínico das doenças pediátricas mais prevalentes;

ü  Reconhecer a necessidade da abordagem multidisciplinar no atendimento ao paciente, bem como os aspectos psicossociais envolvidos.

 

       2) Habilidades psico-motoras

ü  Realizar consulta completa em Pediatria:

ü  Realizar anamnese e exame físico completo.

ü  Interpretar as curvas de crescimento: peso, estatura, IMC.

ü  Indicar e interpretar exames complementares

ü  Propor hipóteses diagnósticas.

ü  Propor tratamento. 

 

        3) Atitudes

üTer e aprimorar boa relação médico-paciente, respeitando seus direitos, sendo bondoso, tolerante e cordial com os pacientes e seus familiares, procurando ajudá-las a solucionar os problemas que os afligem além da  doença, como por exemplo, os problemas emocionais, dificuldade de amamentação etc.

ü  Desenvolver relação harmoniosa e respeitosa com os profissionais das equipes multiprofissionais e com os professores;

ü  Respeitar os direitos dos pacientes e as normas técnicas e de comportamento pessoal nos diversos cenários de aprendizagem;

ü  Saber comunicar com a criança e seus familiares reconhecendo as divergências culturais de forma ética;

ü  Compartilhar conhecimento, respeito à opinião dos colegas (saber ouvir) e ter comportamento ético frente aos colegas e aos docentes.

 

 

 

 

V. CONTEÚDO

 

 

I.           Pronto Socorro:

  1. Semiologia da criança na unidade de emergência;
  2. A criança com febre e sintomas respiratórios;
  3. A criança com diarreia e desidratação;
  4. A criança com alergia e anafilaxia;
  5. As Arboviroses e doenças exantemáticas na infância;

 

II -  Ambulatório:

 

1 – Crescimento normal e alterado.

2 – Desenvolvimento puberal normal e alterado.

3 – Distúrbios nutricionais (Baixo peso, sobrepeso e obesidade)

4 – Dores disfuncionais na infância (cefaleia, dor abdominal e dor em membros)

5 – Parasitoses intestinais

 

IV - Atividade Integradora

  1. A integralidade na saúde da criança;
  2. O Desenvolvimento Emocional Primitivo/Primário;
  3. Abordagem Sistêmica; Saúde, sofrimento mental e a primeira infância;
  4. Abordagem Psicossomática da criança e adolescente;
  5. Situação de vulnerabilidade e riscos na adolescência (drogadição, e redução de danos);
  6. Desenvolvimento psicossocial do adolescente;

 

  

 

 

VI. METODOLOGIA

  Utilização prioritariamente de metodologias ativas

 

ü  Aula expositiva dialogada;

ü  Aula centrada no estudante;

ü  Discussão de casos clínicos em pequenos grupos;

ü  Sessão de imagens;

ü  Exame de paciente real;

ü  Discussão e problematização de casos reais;

ü  Estudo de caso;

ü  Estudo de texto.

 

 

 

VII. PROCESSOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

 

Avaliação prioritariamente de caráter formativo

 

ü  Resposta a questionários baseados em raciocino clínico sistematizado de
 casos clínicos reais.

ü  Desempenho de casos clínicos de Pronto Socorro.

ü  Desempenho de ambulatório

ü  Portfólio

 

ü  Nota 1 (N1)

  N1= avaliação prática ou teórico-prática das áreas do módulo (média geométrica) – decorrer das 5 semanas do módulo

Obs.: Exceto as áreas longitudinais, farmacologia, imaginologia e patologia (decorrer das 10 semanas - 2 módulos)

 

ü  Nota (N2)

N2 = Avaliação teórica integrada das áreas verticais e horizontais de cada módulo  – 10ª semana e 20º semana  OSCE =

(média  ponderada -Teórica peso 3 e OSCE peso 2)

  • Nota Final =  media aritmética N1+N2 (calculado pelo sistema SIGAA )
  • Todas as avaliações devem ter feedback.

O aluno que não obtiver média 6,0 (seis) nas avaliações poderá fazer outra avaliação, na mesma modalidade, exceto OSCE, prevalecerá a maior nota.

 

 

 

 

VIII. BIBLIOGRAFIA

 

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

 

 

  1. LEÃO, Ennio; CORRÊA Edison José; VIANA, Marcos Borato; VIANA, Joaquim Antônio. Pediatria Ambulatorial. 5ª Edição. Editora Médica, 2013.
  2. LOPEZ, FABIO ANCONA - CAMPOS JR., DIOCLÉCIO. Tratado de Pediatria - SBP 2 vols . 3a    edição . Editora: Manole Ano: 2014. ISBN: 9788520433508
  3. MARCONDES, Eduardo. Pediatria Básica. 9ª edição. Editora Sarvier, 2005.
  4. KLIEGMANN, Robert M. Nelson Textbook of  Pediatrics. Elsevier Saunders, 20 ed. 2016.
  5. MURAHOVSCHI,Jayme. Pediatria: Diagnóstico + Tratamento, 7ª edição. Editora Sarvier, 2013.

 

 

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR: (necessário conter 5 fontes bibliográficas):

 

1 – GILIO, Alfredo Elias; GRISI, Sandra; BOUSSO, Albert; PAULIS, Milena De. Urgências e Emergências em Pediatria Geral. Ed. Atheneu, 2015.

2 – Sociedade Brasileira de Pediatria. Avaliação Nutrológica no Consultório. Disponível para download em //www.sbp.com.br.

3 - Jornal de Pediatria (disponível em http://www.jped.com.br/).

4 – MARTINS, Maria Aparecida; VIANA, Maria Regina de Almeida; VASCONCELOS, Marcos Carvalho; FERREIRA, Roberto Assis. Semiologia da Criança e do Adolescente. MedBook, 2010.

5 – DUTRA, Adalto. Semiologia Pediátrica. Rubio, 2ª edição, 2010.

6 – KAPPY, Michael; ALLEN, David; GEFFNER, Mitchell. Prática Pediátrica Endocrinologia. Gen, Guanabara-Koogan, 2012.

7 - WINNICOTT, Donald W. A criança e o seu mundo. LTC, Rio de Janeiro, 6ª ed., 1982.

8 - WINNICOTT, Donald W. Desenvolvimento emocional primitivo. In: Textos selecionados da pediatria a psicanálise. Francisco Alves Editora, Rio de Janeiro, 3ª ed., 1988

9 - WINNICOTT, Donald W. Problemas psicossomáticos. In: Pensando sobre crianças. Artes Médicas, Porto Alegre, 1997.

 

 

 

IX – CRONOGRAMA

 

 

 

SEGUNDA

TERÇA

QUARTA

QUINTA

SEXTA

1º Semana

 

7h30-9h

9h30-11h30

SFC

SFC

SFC

SFC

SFC

 

 

 

 

 

13h30-15h

15h30-17h30

 

 

Aula: Diarreia e TRO

 

 

Ambulatório

ATIVIDADE INTEGRADORA

 

 

Aula: IVAS

Ambulatório

 

Aula: Crescimento e desenvolvimento puberal normal.

2ª semana

 

7h30-9h

9h30-11h30

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

13h30-15h

15h30-17h30

 

Seminário: Asma

 

Ambulatório

 

ATIVIDADE INTEGRADORA

 

Aula: Pneumonia

Ambulatório

 

Aula: Distúrbios do crescimento

3º Semana

 

7h30-9h

9h30-11h30

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

13h30-15h

15h30-17h30

 

 

Seminário: Arboviroses

 

 

Ambulatório

ATIVIDADE INTEGRADORA

 

 

Aula: Doenças exantemáticas

Ambulatório

 

Aula: Distúrbios nutricionais (obesidade, sobrepeso)

 

4ª Semana

 

7h30-9h

9h30-11h30

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

13h30-15h

15h30-17h30

 

Seminário: Anafilaxia e urticária

 

 

Ambulatório

ATIVIDADE INTEGRADORA

 

Seminário: Parasitoses intestinais

Ambulatório

 

Aula: Dores funcionais na infância I

5º Semana

 

7h30-9h

9h30-11h30

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

13h30-15h

15h30-17h30

 

 

Aula: Apresentação de casos clínicos

 

 

Ambulatório

ATIVIDADE INTEGRADORA

 

 

Apresentação de casos clínicos

 

Prova

 

 

Os alunos realizarão plantões no SERUPE (Serviço de Urgência Pediátrica) do HC de acordo com escala de plantão.

De segunda a sexta feira das 17 às 22h = 1 aluno

Sábados das 07 às 12h = 1 aluno, das 12 às 17h = 1 aluno e das 17 às 22h = 1 aluno.

Cada aluno terá a oportunidade de fazer entre 2 e 3 plantões por estágio.

 

 

  • Apêndice 1

EIXO DE HABILIDADES

Módulo: Saúde da Criança, Adolescente e Saúde coletiva Infantil.

HABILIDADE

MÉTODO DE ENSINO

CÉNARIO DE PRÁTICA

MÉTODO DE AVALIAÇÃO

1 - Comunicação

1.1 Identificação de conflitos éticos na relação estudante-paciente e médico-paciente.

ü  Discussão de casos após os ambulatórios e atendimento no PS.

ü  Ambulatório de Pediatria do Hospital de Clínicas;

ü  Plantões no SERUPE

ü  Portfólio e lista de comportamentos desejáveis na relação com os colegas, com os professores e com as pacientes.

1.2 Aprendizado do reconhecimento dos próprios  limites quando for médico/necessidade de solicitar  contribuição  de outros médicos.

ü  Discussão de casos após os ambulatórios e atendimento no OS.

ü  Ambulatório de Pediatria do Hospital de Clínicas;

ü  Plantões no SERUPE

ü  Portfólio e lista de comportamentos desejáveis na relação com os colegas, com os professores e com as pacientes.

2 - Abordagem de situações     especiais

2.1 - Avaliação de estado de ansiedade durante exame pediátrico e conduta.

ü  Demonstração prática e realização de exame físico nas crianças e adolescentes.

ü  Ambulatório de Pediatria do Hospital de Clínicas;

ü  Plantões no SERUPE

ü  Portfólio e lista de comportamentos desejáveis na relação com os colegas, com os professores e com as pacientes.

2.2 -Exame físico da criança e adolescente.

ü  Demonstração prática e realização de exame físico nas crianças e adolescentes.

ü  Ambulatório de Pediatria do Hospital de Clínicas;

ü  Plantões no SERUPE.

ü  Portfólio e lista de comportamentos desejáveis na relação com os colegas, com os professores e com as pacientes.

HABILIDADE

MÉTODO DE ENSINO

CÉNARIO DE PRÁTICA

MÉTODO DE AVALIAÇÃO

3- Comunicação

3.1-Identificar as situações de conflitos éticos na relação com o paciente

 

ü  Discussão nos cenários de prática

ü  Ambulatório de Pediatria do Hospital de Clínicas;

ü  Plantões no SERUPE

ü  Portfólio

ü  Lista de comportamentos desejáveis

3.2-Reconhecer seus limites e necessidade de contribuição de outros colegas

 

ü  Discussão nos cenários de prática

ü  Ambulatório de Pediatria do Hospital de Clínicas;

ü  Plantões no SERUPE

ü  Portfólio

ü  Lista de comportamentos desejáveis

4- Abordagem de situações rotineiras

4.1 - Realizar anamnese e exame físico da criança

ü  Demonstração prática nos cenários

ü  Ambulatório de Pediatria do Hospital de Clínicas;

ü  Plantões no SERUPE

ü  Avaliação da realização completa da anamnese e exame físico.

 

4.2 – Interpretar os gráficos de crescimento em cada atendimento

ü  Demonstração prática nos cenários

ü  Ambulatório de Pediatria do Hospital de Clínicas;

 

ü  Avaliação do preenchimento dos gráficos.

 

        

  • Apêndice 2

 

 

TABELA DE INTEGRAÇÃO DE CONTEÚDOS

 

 

MÓDULO

 

 

 

 

 

Saúde da Criança, Adolescente e Saúde coletiva Infantil

 

 

 

 

Listar Todas Voltar